Verstappen supera Hamilton na largada e vence GP da Emilia-Romagna de F1

Compartilhe:

Se Max Verstappen deixou a corrida escapar no fim no Bahrein, desta vez o holandês não deu chances para erro. O piloto da Red Bull Racing superou Lewis Hamilton, da Mercedes, logo na largada e dominou para conseguir a vitória com 22s de vantagem na manhã de hoje no Grande Prêmio da Emilia-Romagna de Fórmula 1, em Ímola, na Itália. Hamilton foi o segundo e Lando Norris, da McLaren, o terceiro.

Mas a vitória não veio sem uma dose de emoção. Com a pista parcialmente molhada, a corrida foi marcada por erros de diversos pilotos — entre eles, Lewis Hamilton, que precisou fazer uma prova de recuperação depois de sair do circuito ao ultrapassar um retardatário. O britânico chegou a cair para a nona posição, mas teve mais um momento de brilho para garantir um lugar no pódio. Sergio Pérez, que havia largado em segundo, também sofreu com as condições e terminou em 12º. A disputa ainda chegou a ser interrompida por cerca de 25 minutos após um acidente entre Valtteri Bottas e George Russell.

Apesar do revés, Hamilton conseguiu manter a liderança do campeonato de pilotos graças à volta mais rápida em Ímola. O britânico agora tem apenas um ponto de vantagem para Verstappen.

A Fórmula 1 volta no fim de semana do dia 2 de maio, com o GP de Portugal.

Verstappen assume a ponta na largada e domina

Ninguém começou a corrida tão bem quanto Max Verstappen. Logo na largada, o holandês superou o companheiro Sergio Pérez e partiu para cima de Lewis Hamilton. O holandês precisou apenas de uma curva para ultrapassar o britânico, que havia largado na pole. Os pilotos chegaram a se tocar e parte da asa dianteira de Hamilton acabou danificada. O heptacampeão reclamou da condição do carro, mas a Mercedes optou por deixá-lo na pista. Pouco depois, ainda na segunda volta, o safety car entrou em ação depois que Nicholas Latifi bateu forte contra o muro de proteção.

Uma vez na frente, Verstappen dominou. O holandês se manteve na frente do início ao fim e pouco foi ameaçado pelos rivais. O único momento de susto foi quando o piloto acabou rodando no reinício da corrida após bandeira vermelha. Por sorte, o erro não resultou em nenhum prejuízo para ele.

Pista “meio molhada” complica pilotos

A pista parcialmente molhada complicou a vida dos pilotos antes mesmo do início da corrida. Ainda na volta de apresentação, Charles Leclerc escapou do percurso e precisou “recuperar as posições” antes do alinhamento do grid. Antes disso, a caminho do grid, Fernando Alonso perdeu o controle do seu Alpine e bateu contra o muro. A equipe precisou trabalhar para trocar a asa dianteira danificada antes da largada.

A dificuldade não mudou depois do início da prova. O primeiro a sofrer com condição do circuito foi Nicholas Latifi, da Williams. O canadense bateu forte no muro e precisou abandonar a prova. Quando o safety car já estava na pista, foi a a vez de Mick Schumacher, da Haas, rodou e se chocou contra o muro. O alemão precisou se encaminhar para os boxes antes de retornar para a disputa.

Hamilton erra ao passar retardatário e bate

Lewis Hamilton vinha se aproximando de Verstappen, mas cometeu um erro que acabou comprometendo a sua corrida. Na volta 31, o britânico escapou da pista ao ultrapassar um retardatário e danificou a asa dianteira. Ele conseguiu dar ré e retornar aos boxes, mas caiu da segunda para a nona posição. Para a sua sorte, o safety car entrou na pista logo depois e minimizou o seu prejuízo. Pouco depois, a corrida foi interrompida em bandeira vermelha. Hamilton tirou vantagem do reinício da corrida e conseguiu uma boa recuperação, reassumindo um lugar no pódio.

Corrida é interrompida após choque de Bottas e Russell

Quase no mesmo instante que Hamilton saía da pista, em outro ponto, Valtteri Bottas e George Russell se chocaram em uma tentativa de ultrapassagem do inglês da Williams. Eles se tocaram e os dois acabaram batendo contra o muro. Os dois carros ficaram destruídos e deixaram muitos destroços na pista, provocando a interrupção da prova por aproximadamente 25 minutos.

Que fase, Vettel…

O começo de Sebastian Vettel na Aston Martin segue não sendo dos melhores até aqui. Após finalizar em 15º no Bahrein, o alemão quatro vezes campeão mundial voltou a sofrer neste domingo. Antes da corrida, o piloto teve problemas nos freios traseiros e precisou largar do pit lane. Durante a prova, ele sofreu uma punição de stop and go de dez segundos logo na primeira metade da prova por ter ultrapassado pilotos dutante o período de safety car. Para piorar, Vettel teve problema no câmbio na penúltima volta e precisou abandonar.

Veja a classificação do GP da Emilia-Romagna:

1º – Max Verstappen (HOL/Red Bull Racing)
2º – Lewis Hamilton (ING/Mercedes)
3º – Lando Norris (ING/McLaren)
4º – Charles Leclerc (MON/Ferrari)
5º – Carlos Sainz Jr (ESP/Ferrari)
6º – Daniel Ricciardo (AUS/McLaren)
7º – Lance Stroll (CAN/Aston Martin)
8º – Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri)
9º – Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo)
10º – Esteban Occon (FRA/Alpine)
11º – Fernando Alonso (ESP/Alpine)
12º – Sergio Perez (MEX/Red Bull Racing)
13º – Yuki Tsunoda (JAP/AlphaTauri)
14º – Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo)
15º – Mick Schumacher (ALE/Haas)
16º – Nikita Mazepin (RUS/Haas)

Não completou – Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin)
Não completou – Valtteri Bottas (FIN/Mercedes)
Não completou – George Russell (ING/Williams)
Não completou – Nicholas Latifi (CAN/Williams)

Poste seu comentário no Facebook:

Compartilhe:
Facebook Comment

Deixe a sua opinião: