Rita Lee lembra primeira menstruação e choca com revelação

Espalhe para os amigos:

Rita Lee participou do Saia Justa, do GNT, desta quarta-feira (16), e fez uma revelação para lá de inusitada. No programa sobre liberdade feminina, a cantora relembrou um episódio vergonhoso da adolescência.

Atualmente com 72 anos, a roqueira comentou a respeito da importância das mulheres viverem sem ter vergonha. “Passei várias vergonhas, mas joguei pela janela algumas. Outras eu guardo porque foram meio traumáticas“, iniciou a artista.

“Eu ouvia piadinhas, gracejos, deboches, mas não me fazia de vítima. Eu ia lá, fazia e foda-se. Não pode tocar guitarra? Vou tocar guitarra. Pronto. Não pode usar calça? Vou usar calça”, desabafou.

Rita Lee ainda destacou: “Era fácil para mim. Éramos seis mulheres e meu pai era feminista. Então, fui criada assim. Ele era rígido, mas deixava a coisa rolar. Fui criada sem vergonha”.

Em seguida, a famosa entregou um constrangimento que passou no início da adolescência. “Uma vergonha feminina, garotas. Todas vocês passaram. Eu tinha 11 ou 12 anos e estava andando de bicicleta na rua. Eu não tinha bicicleta. Então, pegava emprestado do Carlinhos. Eram só moleques, não tinha menina. Só eu de menina, para variar“, disse.

“Estou andando com a bicicleta. De repente ouço o Carlinhos: ‘Olha a bunda da Rita. Ela fez cocô’. Eu ouvindo aquilo, parei e larguei a bicicleta. Ele veio correndo e tomou ela de mim: ‘’Você fez cocô na minha bicicleta’“, lembrou a artista.

Rita contou: “Olhei para mim, eu estava toda marrom na xereca e na bunda. Fui correndo para casa aos berros e chorando. Me expulsaram de lá”.

Ao chegar aos prantos em casa, ela disparou: “‘Mãe, fiz cocô na calcinha na frente dos moleques’. Ela me levou até o toalete, me sentou no bidê e tirou minha calcinha. Olhou: ‘Isso não é cocô, meu amor. Esta é sua primeira menstruação. Você ficou mocinha’”.

Deixe a sua opinião: